Associação Fotoativa

Institucional
Quem somos
Desde 1984
Organograma
Associadxs
Casarão Fotoativa

Estatuto
+ Como se associar

Sustentabilidade
Amigx Fotoativa
Rede de parceiros
Fale conosco

Edital de Artes Visuais
Lei Aldir Blanc

︎ Instagram
︎ Facebook
︎ YouTube
︎ Twitter









Belém, Amazônia, Brasil
1984 | 2021




A Associação Fotoativa é uma organização sem fins lucrativos que parte da fotografia para a construção de exercício da cidadania.

Site em Construção

Projetos

Na comunidade
Pinhole Day Belém
Calendário de Oficinas
No Tempo das Águas

Colóquio
Café Fotográfico
Saraus da Memória
Mostra de Projeções
Marca d'água

Largo Cultural das Mercês
Fotoativa Portas Abertas

Grupos de estudos e práticas
Fototaxia
Laboratório de Projetos
Práticas Curatoriais

Produções Publicações
Vídeos

Casarão em partilha
Fotoativa em Residência
Laboratório Fotográfico
Laboratório Gráfico
Ateliês temporários
Grupo de Almoço

Exposições,  intervenções e ocupações 

no casasão Atravessamentos: Fotoativa ontem e hoje, 2019

A Volta de Fordlândia, Suspended spaces, 2019

Hot batata, Nando Lima, 2018

Em processo, Eder Oliveira, 2018

Breu das Horas, José Viana, 2018

Todas as águas, Véronique Isabelle, 2018

Recódigo, Italo Britto, 2018

Marise Maues e Mônica Lizardo, 2018

Narrativas Erráticas, Martin Pérez, 2018

Nus Trinks, Wellington Romário, Lucas Gouvêa e Nando Lima, 2017

Pariwat Jenipapo, Denis Rodriguez, 2016

Alfabeto de Ficções, 2016

Armando Sobral

Armando Queiroz

Entre o sagrado e o profano

Alberto Bitar

além muros

Sobre sueños, abismos y otras fronteras, 2019

Atravessamentos : Fotoativa ontem e hoje, 2018

Retour de Fordlândia, 2018

Fotografia contemporânea paraense

inscrições abertas 






laboratório virtual

Fotografia encenada


com Martin Pérez



1 a 22 de julho 2020
5 encontros coletivos
quarta e quinta na primeira semana, quartas nas três semanas seguintes, de 19h às 21h
R$200 com desconto de 10% para pagamento à vista e 20% para associadxs;
1 bolsa integral destinada à interessadx que comprove motivação, sem possibilidade financeira; para candidatar-se escreva 1 carta de motivação e encaminhe para formacaofotoativa@gmail.com com assunto “Bolsa - Fotografia encenada”;







O laboratório busca gerar um espaço de encontro virtual para pensar e discutir as possibilidades da fotografia encenada. Serão diálogos iniciais sobre a obra de diferentes autores que trabalham nessa linha, como base para o planejamento, acompanhamento e execução de projetos de criação a partir das inquietações dos participantes.

Quais as implicâncias de trabalhar nessa linha em relação a diferentes discursos fotográficos? Como isso influi na elaboração de projetos dessa índole? Durante os encontros serão apresentadas diferentes possibilidades de realização, pós-produção e circulação dos trabalhos em fotografia encenada, de acordo com os interesses dos participantes.





Martin Pérez
Montevidéu, 1984. Mestre em Artes no PPGARTES-UFPA, é formado como Bacharel em Artes pela UDELAR (Montevidéu, Uruguai). Sua produção fotográfica centra-se no trabalho com artistas cênicos, com os quais elabora diferentes trabalhos na orbita da ficção. Em Belém participou da exposição “Belém: ressacas, heranças” no VII Prêmio Diário Contemporâneo de fotografia, da exposição “Alfabeto de ficções” do Núcleo de Pesquisa da Associação Fotoativa no marco do projeto A palavra é o Limite e a exposição individual “A Cidade”, como resultado da Bolsa de Pesquisa e Experimentação SEIVA da Fundação Cultural do Pará.




Conteúdo programático
1º Encontro
Apresentação de diferentes autores que trabalham na órbita da fotografia encenada.
Discussão sobre diferentes estratégias e possibilidades na interface fotografia e performance.
Autores: Jeff Wall, Cindy Sherman, Marcos López, Duane Michals, Manuel Vasón, Nelson Garrido, Erwin Olaf, David Lachapelle.

2º Encontro
Diálogos sobre realidade e ficção em fotografia;
Estratégias de criação;
A fotografia como metáfora;
A partir dos interesses dos participantes, diálogos sobre como elaborar e narrar em imagens as diferentes ideias que eles apresentem. Diferentes estratégias na elaboração de cenários, figurinos, iluminação, atuação, etc. Estratégias de como procurar referências, e de como levar adiante a produção, pensando no recurso da metáfora como possibilidade de tornar viável aquilo que não é possível fazer;
Discussão sobre o conceito "imagens de imagens", pensando que cada produção vai lembrar ao espectador outras imagens, como incorporar isso na produção de forma consciente;
Exercício de casa: Elaboração das propostas a realizar durante a oficina;

3º Encontro
Planejamento, acompanhamento e execução das diferentes propostas dos participantes.

4º Encontro
Planejamento, acompanhamento e execução das diferentes propostas dos participantes.

5º Encontro
A edição como narrativa.
Diferentes estratégias de edição pensando em como cada possibilidade oferece diferentes narrativas. Para além da seleção das imagens, serão abordadas diferentes possibilidades de pós-produção, bem como da apresentação dos trabalhos, das possibilidades de montagem assim como das diferentes possibilidades de circulação. Busca-se dar ênfase em como cada escolha diferente produz modificações na narrativa do trabalho.





Martin Pérez





+ voltar _ página inicial