Práticas do Imprevisível, oficina com Marina Trindade

Um convite para artistas da imagem. Fotógrafos que queiram experimentar o corpo. Artistas do corpo que queiram construir a imagem. 

 

Imprevisível é o que não se pode saber antes. É preciso experimentar, sentir, escutar, para então conhecer. Esse é um convite para uma experiência de criação da imagem em improvisação a partir do movimento do corpo em contato com o outro.

A investigação será conduzida com a prática do contato improvisação (CI) para a criação da imagem. O CI é uma dança que parte da premissa do toque para o desenvolvimento de sensibilidade criativa e consciência corporal, no percurso de estudos práticos que desenvolvo desde 2015 com o CI, percebo uma potência na criação de imagens no encontro entre dançarinos e fotógrafos. 

Nesse estudo o corpo em improviso e no encontro com o outro gera imagens que compõem uma dança, trazem à luz os desejos mais internos de movimento. Improvisar é um constante jogo com o tempo, assim como na criação da imagem, um jogo de capturas em que trabalhamos os acasos e as oportunidades para compor no aqui-agora. Esta oficina te convida a movimentar o corpo para criar imagens imprevisíveis com a fotografia e o vídeo.

 

 

 

Encontros
18, 19 e 20 de setembro 2019.
Quarta, quinta e sexta de 19h às 21h.

 

Duração
3 encontros, 6 horas.

 

Investimento
R$100 em dinheiro ou débito ou R$120 parcelado em até 3 vezes no cartão.

 

Descrição das ações

No primeiro dia o foco será em explorações de movimentos do corpo a partir de princípios do contato improvisação (CI) relacionados com qualidades do toque, nessa oportunidade vamos abrir um espaço de diálogo sobre o corpo na composição das imagens em que compartilharei alguns registros de práticas do contato improvisação. Espera-se que, no segundo dia, o participante traga algum dispositivo de captação de imagens, podendo ser câmera de fotografia, ou de vídeo, celulares, go-pro e acessórios, tripés, etc. Com isso, realizaremos uma prática a partir das experimentações do dia anterior para a criação de imagens com o corpo em movimento a partir do contato. O propósito do trabalho é provocar a criação das imagens a partir de uma perspectiva sensorial de movimento do corpo em improvisação, de modo a experimentar o olhar externo e o olhar interno para o registro aliado a estudos de captura de imagem estáticas, instantâneos, longas exposições, duplas exposições, trabalho experimental com luz de acordo com as habilidades e interesses dos participantes. No terceiro dia, retornaremos as imagens produzidas, para refletir sobre a experiência e visualização do material gerado, assim como retornaremos em questões levantadas no primeiro dia do encontro, com o desejo de pensar – o que fazer com estas imagens e possíveis detonadores para um compartilhamento com o público.

 

Outras informações

Importante estar com roupas leves e apto para o trabalho com corpo.

 

Marina Trindade 

Artista que trabalha com práticas de dança em contato improvisação (CI), participou de importantes festivais nos últimos dois anos, como o DF-Improvisa Dança, Transformando Pela Prática (SC) e Retoque (GO), deseja compartilhar e provocar o corpo e suas sensibilidades para a expansão e criação em movimento para cena e em e diálogo com outras linguagens artísticas. Desde 2015 compõem o coletivo que sustenta o espaço cultural Casarão do Boneco, e atualmente desenvolve uma pesquisa de mestrado no Programa de Pós- graduação em Artes da Ufpa.

 

 

 

O que é o contato improvisação?

O contato improvisação (CI) é uma prática de dança e movimento artístico cultural que acontece mundialmente. Nasceu como uma pesquisa do bailarino Steve Paxton no Estados Unidos nos anos 70 e se disseminou em encontros como jam sessions, performances públicas, residências artísticas e festivais. Hoje o CI é praticado em diferentes contextos e com diversas finalidades: como procedimento de criação cênica, como mediador de espaços de interação coletiva, associado com práticas terapêuticas, dança inclusiva, dentre outras. As aulas são compostas de momentos de relaxamento, explorações corporais sensório-perceptivas para o desenvolvimento de princípios de movimento como: peso, condução, queda, rolamento e força centrífuga.

 

Bolsa

Para solicitar a bolsa encaminhe email para formacao@fotoativa.org.br com assunto “Bolsa / Nome da oficina” incluindo breve carta de motivação, até 03 setembro de 2019.

* 01 bolsa será dedicada exclusivamente para pessoas com profundo interesse sem meios de fazer o investimento.

 

 


Postado por

Fechado para comentários.

http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-2.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22142.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22136.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22138.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-.html