foto: Ursula Bahia

Esta é a última semana para visitar a exposição A volta de Fordlândia, que fica até sábado, dia 29 de junho, na Associação Fotoativa. Este projeto foi organizado pelo coletivo Francês Suspended Spaces em diálogo com a Associação Fotoativa e o resultado é uma instalação coletiva de imersão na memória e cotidiano da cidade. No sábado de encerramento, haverá sessão especial filmes a partir das 10h e experiências criativas propostas pela equipe de estagiários de licenciatura em Artes Visuais da UFPA responsáveis pelo educativo da mostra.

foto: Ursula Bahia

O processo de construção da exposição começou no final de agosto de 2018 com uma equipe de 20 artistas e pesquisadores de diferentes nacionalidades e idades que saíram de barco da cidade de Santarém até Fordlândia pelo rio Tapajós.  O objetivo foi promover uma experiência de “residência embarcada”, uma referência a residências artísticas que propõem a vivência no local para pesquisa e criação.

foto: Ursula Bahia

Os resultados iniciais foram apresentados em Paris no ano passado, trazendo a público uma pesquisa coletiva na forma de um colóquio internacional e uma exposição. Com o retorno à Belém, a exposição foi instalada na sede da associação Fotoativa e ganhou a colaboração de outros artistas locais que também já haviam desenvolvido trabalhos sobre a região de Fordlândia. A exposição explora diversas linguagens e suportes como fotografias, instalação, vídeo performance, projeção, obras interativas, afetivas e documentais.

foto: Ursula Bahia

A exposição está aberta para visitação durante esta semana e encerra no sábado com programação especial a partir das 10 horas, com projeção dos três curtas metragens desenvolvidos pelo projeto e que foram exibidos no cinema Olympia na abertura da exposição em Belém. Após a projeção serão propostas experimentações criativas com pincel de luz, câmara escura, construção de sementes, mesa de ateliê fotoativa e oficina de stopmotion para os visitantes. Neste dia, a Fotoativa está aberta a visitações até às 13h. Este projeto foi financiado pelo Instituto Francês do Brasil e conta com o apoio da Aliança Francesa, Sol Informática e Humana Comunicação e Tradução.

Sobre Fordlândia

A cidade de Fordlândia, também conhecida como “cidade fantasma”, instiga muitos pesquisadores e curiosos pela sua história de projeto megalomaníaco com destino esquecido. Foi uma cidade planejada e fundada em 1928 por Henry Ford às margens do Rio Tapajós para cultivo de forma intensiva da borracha – matéria prima necessária para a produção de pneus de veículos da indústria Ford, situada na cidade de Detroit, Estados Unidos. A vila figurava igualmente um projeto civilizacional reunindo usinas, moradias, hospital e escolas que seguiam lógicas e valores de um modelo americano. Mas o ambicioso projeto foi marcado por uma sucessão de falhas e equívocos: a água,  a terra, os parasitas e as revoltas acabaram por suplantar o sonho fordista. Hoje a cidade é ainda um arquivo a céu aberto e as histórias de prosperidade e decadência sobrevivem no imaginário coletivo e no cotidiano de vidas que foram atravessadas, muitas vezes violentamente, pelo projeto colonial e moderno do industrial Ford.

A Volta de Fordlândia, a partir dos trabalhos apresentados, muitos desenvolvido junto de moradores de Fordlândia, busca descontruir o estereótipo da cidade esquecida ou abandonada, propondo outras narrativas sobre o lugar.

Serviço:

Exposição A volta de Fordlândia
Visitação terça a sexta: das 15h às 20h | sábado: das 9h às 13h
Local: Associação Fotoativa
Praça das Mercês, 19 (ao lado da Sefin) – Campina


Postado por

Fechado para comentários.

http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-2.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22142.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22136.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22138.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-.html